CURRÍCULO 

DRT: 39.061/RJ

Atriz, autora, diretora, apresentadora, produtora, contadora de histórias. Mineira de Juiz de Fora (1977, 44 anos), radicada no Rio de Janeiro desde 2000. Artista multidisciplinar, pesquisadora e criadora, com 20 anos de carreira, já atuou em diversos espetáculos profissionais, com destaque para o sucesso “Calango Deu! Os causos da Dona Zaninha”, premiado solo em que assina pesquisa e autoria, além de atuar, com direção de Isaac Bernat. Com passagem por mais de 50 cidades brasileiras, desde 2012, é um divisor de águas em sua carreira. Na TV, destaque para a série “Janela Janelinha” da TV Brasil, em que atuou como apresentadora, contadora de histórias, curadora e co- roteirista. Já participou de diversas novelas, séries, filmes e clipes. Também atua como diretora de espetáculos teatrais e musicais. Como narradora, já realizou trabalhos com orquestras como OSB e OSN e, ainda, ministra oficinas de narração de histórias pelo país. Formada em Interpretação, pela CAL – Casa das Artes de Laranjeiras/RJ, e em Produção Cultural, pela Universidade Federal Fluminense, conta também com diversos cursos de formação complementar nas áreas de dramaturgia, literatura, música, teoria e corporalidade. Iniciou os estudos em teatro em 1991, aos 14 anos. Durante a quarentena de 2020/2021, criou o projeto “Botica de Histórias – uma farmacinha para a alma”, com pesquisa e narração de contos ancestrais on-line, além de realizar o curta doc. “Árvore Mãe” e o espetáculo on-line “Em nome da Mãe”, com direção de Miwa Yanagizawa.

premiações e indicações

Melhor Atriz e Melhor Espetáculo

Festival Internacional Cena Contemporânea Brasília 2014 – por ‘Calango Deu!’ (premiada)

 

Melhor Atriz

FITA Festa Internacional de Teatro de Angra 2014  - por ‘Calango Deu!’ (premiada, com 8 indicações). Melhor cenário (Desirée Bastos)

 

Melhor atriz coadjuvante

Prêmio Botequim Cultural 2019 - por Os Impostores (indicada)

Melhor atriz coadjuvante

Prêmio Botequim Cultural 2017 - por Dançando no escuro (indicada)

Melhor programa infantojuvenil

Prêmio TAL de TV Latino Americana - pela série Brincando (indicada)

histórico
 

TEATRO

2021

  •  EM NOME DA MÃE, direção Miwa Yanagizawa | dramaturgia e atuação Suzana Nascimento, a partir da obra de Erri de Luca. Estreia on-line.

2019

OS IMPOSTORES, direção Rodrigo Portella | texto Gustavo Machado e Rodrigo Portella

  • EU, MOBIDICK, direção Renato Rocha | texto Pedro Kosovski (sub. de Kelzy Ecard)

2018

  • DANÇANDO NO ESCURO, direção Dani Barros | texto Patrick Ellsworth adapt. Lars Von Trier

2017/ 2018

  • CARANGUEJO OVERDRIVE, direção Marco André Nunes | texto Pedro Kosovski (sub. de Carol Virgüez)

2016

  • ALICE MANDOU UM BEIJO, texto e direção Rodrigo Portella

2015

  • EL PÂNICO, direção Ivan Sugahara | texto Rafael Spregelburd

  • CONSERTAM-SE IMÓVEIS, direção Chia Rodriguez | texto Keli Freitas (Prêmio Cesgranrio,

    indic.)

2014

  • PRECISO ANDAR, direção Ivan Sugahara | texto Nick Payne

  • A HISTÓRIA DO BARQUINHO, direção André Paes Leme | texto Ilo Krugli (Prêmio Zilka

    Salaberry)

2013

  • O QUE VOCÊ GOSTARIA QUE FICASSE, de Miguel Thiré (seleção oficial Mostra Ano do Brasil em Portugal)

  • A MENINA EDITH E A VELHA SENTADA, texto e direção Lázaro Ramos (Prêmio Zilka Salaberry)

2012

  • CALANGO DEU! OS CAUSOS DA DONA ZANINHA (monólogo, atriz e autora), direção Isaac Bernat / em circuito há 9 anos. (Melhor Atriz - Cena Contemporânea Brasília e FITA Angra dos Reis, 2014)

  • CABEÇA DE VENTO, texto e direção Cleiton Echeveste

2011

  • PEÇAS DE ENCAIXAR – Cia. dos Atores, direção Cesar Augusto e Susi Ribeiro| texto coletivo (coautora)

CENA PARA UM FIGURINO (solo), texto e codireção com Desirée Bastos (seleção oficial Quadrienal de Praga)

2008

  • DON JUAN, direção Thierry Trémouroux | texto inspirado em Molière

2007

  • E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE?, direção Thierry Trémouroux | (atriz e roteirista)

  • CASO DO VESTIDO, direção Sergio Canizio | texto Carlos Drummond de Andrade 2006

  • ESPERANDO GODOT, direção Celina Sodré | texto Samuel Beckett

  • ÓPERA DOS TRÊS VINTÉNS, direção Adriano Garib | texto Bertolt Brecht

2005

  • JARDIM DAS CEREJEIRAS direção Cécil Thiré | texto Antón Tchekhov

2003

  • OS QUINHENTOS, direção Juliana Prado e Flavio Souza | texto Aluisio Azevedo

2001

  • POEMA DE AMOR FERIDO (monólogo), texto e direção Eliane Ganem

1999

  • ÓPERA DO MALANDRO, direção Nilza James e Toninho Dutra | de Chico Buarque

1998

  • O BERÇO DO HERÓI, direção Nilza James e Toninho Dutra | texto Dias Gomes

    *desde 1991, participou de diversos espetáculos amadores e criou um grupo teatral, que dirigiu por 4 anos: Art Fênix.

TELEVISÃO

2019

  • SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA (série) Rede Globo | Direção Carlos Manga Jr. Personagem: Irmã Creuza

  • ESPELHO DA VIDA (novela) Rede Globo |Direção Pedro Vasconcelos. Personagem: Madame Tamara

    2018

  • SEGUNDO SOL (novela) Rede Globo |Direção Dennis Carvalho. Personagem: juíza Eliza Biscaia

    2017

  • PEGA PEGA (novela) Rede Globo | Direção Luiz Henrique Rios. Corretora de imóveis (part.)

  • MALHAÇÃO VIVA A DIFERENÇA - Rede Globo | Direção Paulo Silvestrini.

    Professora de história (part.)

  • ERNESTO, O EXTERMINADOR DE SERES MONSTRUOSOS E OUTRAS PORCARIAS (série) - TV

    Brasil | Direção Gustavo Spolidoro / Episódio 01 - Obscurus Valentón 2014/ 2015 - Apresentadora

  • JANELA JANELINHA – TV Brasil |Direção Ricardo Barros de Miranda série infanto-juvenil (27 episódios). Apresentadora, curadora e roteirista de 27 contos apresentados.

  • BRINCANDO – TV Brasil |Direção Ricardo Barros de Miranda. Apresentadora. Série indicada ao Prêmio TAL de TV latino-americana – Melhor Programa infanto-juvenil

 

CINEMA

2020

  • ÁRVORE MÃE, roteiro e direção de Suzana Nascimento (doc, 12 min.) – Prod. SP Nascimento Produções

  • TRAUMA, roteiro e direção de Lara Lazaretti (5 min.) – Prod. Meduzza Filmes

  • 2019 - A SUSPEITA, direção de Pedro Peregrino – Prod. Formata + Primeiro Segundo + Glória Pires. Personagem: Eliane

  • 2016 - UBERPOOL, de Dann Gielis (22min.) – HOBRA (produção Holanda/ Brasil). Pers.: Clara

  • 2014 - SANTAS, de Roberval Duarte (16 min.) – 3TABELA Filmes | Melhor direção Cine Ceará

    Personagem: Luzia (atriz e colaboradora no roteiro)

CLIPES

atriz

  • OUTRAS TERRAS, de Mihay - Direção Mihay - Produtora Meduzza Filmes

  • ME EMBRIAGAR EM BH, de Mihay e Mário Wamser - Meduzza Filmes

  • 8 HISTÓRIAS, de Ana Carolina - Direção Bia Lessa

DRAMATURGIA

  • EM NOME DA MÃE, a partir da obra de Erri de Luca, com direção de Miwa Yanagizawa

  • CONTRACAPA, que estreou em 2018, com direção de Priscila Vidca

  • CALANGO DEU! OS CAUSOS DA DONA ZANINHA com direção de Isaac Bernat, em cartaz

    desde 2012.

  • CENA PARA UM FIGURINO (solo), co-direção com Desirée Bastos – seleção oficial Quadrienal

    de Praga

  • AUTOPEÇAS 2 – PEÇAS DE ENCAIXAR, direção Cia. dos Atores (atriz e co-autora)

  • INVADIRAM O PAÍS DAS OBRAS DE ARTE – conto infanto-juvenil contemplado pelo Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea – Funarte, 2010

DIREÇÃO TEATRAL

  • BOQUINHA... E ASSIM SURGIU O MUNDO (solo) – direção em parceria com Lázaro Ramos (Prêmio Zilka Salaberry de melhor ator para Orlando Caldeira)

  • SÓ PARA MULHERES OU NÃO... EXERCÍCIOS DE SENSUALIDADE (roteiro e direção)

DIREÇÃO CÊNICA DE SHOWS

  • AMAZÔNIA, AMAZÔNIA, de Gastão Villeroy

  • MARINHEIRO DE TERRA FIRME, de Federico Puppi

  • O CANTO DA MADEIRA, de Federico Puppi

  • CARIOQUICES, de João Cantiber

  • DIO E BACO, de Suely Mesquita e Eugênio Dale

LOCUÇÃO E NARRAÇÃO

2021

  • Pedro e o Lobo – com a Orquestra Sinfônica Brasileira - OSB

  • O cisne negro – locução (vídeo) com a Orquestra Sinfônica Nacional – OSN

2016

  • Dom Quixote / Sonho de uma noite de verão, com a Orquestra Sinfônica Nacional – OSN

  • Contadora de histórias desde 2000, com diversos espetáculos apresentados em simpósios internacionais, feiras literárias, livrarias, teatros, projetos de promoção da leitura em diversas salas por todo o Brasil.

 formação

UFF - Universidade Federal Fluminense |  Produção Cultural 

CAL - Casa das Artes de Laranjeiras | Interpretação  |  curso profissionalizante

 características e Habilidades 
  • 44 anos |Altura: 1,71 | Peso: 64 kg | Pele clara, cabelos e olhos castanhos

  • Instrumentos: violão, bandolim, percussão | canto

  • Italiano avançado | francês básico

 Faça Download do Currículo